Revista Nova Imagem - Portal de Notícias

Nos acompanhe pelas redes sociais

17⁰ Festival Tempero no Forte movimentou a Costa dos Coqueiros com Música Instrumental e Gastronomia

Foto: Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Evento cultural e gastronômico aqueceu a cultura, o turismo e a economia da Praia do Forte e entorno

Após intensos 11 dias, terminou nesse último domingo, 10, a décima sétima edição do Festival de Cultura e Gastronomia, Tempero no Forte. O evento, que teve como tema “Costa dos Coqueiros – Riquezas e Sabores do Litoral Norte/Ba”, foi um verdadeiro desfile de atrações culturais, capacitações para o Trade, além de pratos saborosos e criativos, que valorizaram a cultura e a gastronomia baiana e brasileira.

O primeiro final de semana do Festival foi marcado por três dias de cultura e entretenimento, trazendo Música Instrumental de qualidade e encontros inéditos que marcaram positivamente a experiência de turistas e visitantes no destino. Na abertura do festival, o encontro foi da Charanga Fiesta de Praia do Forte e do Grupo Cultural local Paparutos que fizeram juntos o Circuito pela Vila, dando espaço na sequência, para a aula na Cozinha Show com a Chef Tereza Paim, curadora do Festival, que se juntou a um trio de produtores e agricultores familiares do município de Mata de São João e preparou a Salada Terroir Praia do Forte, divulgando o turismo rural local, que cresce a cada ano.

Completando com maestria o repertório musical do Tempero, o Trio de Cordas Som Maior, formado por músicos da região, encantou o público com Música Instrumental Brasileira e execução de primeiríssima qualidade, assim como a música latina da Sonora Amaralina, que embalou o público no Projeto Tamar. Foi memorável também o encontro do grupo percussivo feminino, Banda Didá, de Salvador, com a Charanga Fiesta, de Praia do Forte e o som “street band” da Banda Décadas que arrastou com muito swing e alegria, turistas e visitantes, do início da Vila até o Projeto Tamar.

E na Gastronomia, não foi diferente, Chefs de outros estados e de Salvador, como Morena Leite, Isaias Neries, Anouk Miggoto, Danilo Fernandes, Jadson Nunes, Vini Soares, Gonçalo Ramires e Mauro Orlando, compartilharam seus conhecimentos com cozinheiros e comunidade local, além dos Chefs da região, como Freddy Miranda e George Marques, do Tivoli Ecoresort Praia do Forte e Adeilson Lisboa, que completaram o time de estrelas da Cozinha Show, que teve aulas lotadas e aclamadas pelo público. Os workshops do Senac sobre Ficha Técnica e Precificação levaram ao “Trade” da região, mais conhecimento e instrução para aperfeiçoamento da mão de obra e evolução dos serviços turísticos.

O Tempero no Forte mais uma vez comprovou seu DNA de promover a cultura e a gastronomia baiana e brasileira e dar visibilidade à criatividade e aos talentos locais, movimentando a economia criativa da região.

Realizado de 30 de novembro a 10 de dezembro e citado em pesquisa realizada pelo Ministério do Turismo, Sebrae e Fundação Getúlio Vargas (FGV) como uma das três principais atrações da região, junto com o São João e Réveillon, o Tempero no Forte é uma realização do Ministério da Cultura e do Governo Federal, através da Lei Federal de Incentivo à Cultura, com patrocínio da Coca-Cola e apoio do Senac, CLN, Turisforte, Venturoli, Prefeitura de Mata de São João e Governo do Estado da Bahia, com organização e produção da 2D Projetos Culturais e Eventos.

Foto: Divulgação

Últimas Notícias
Últimas Notícias