Revista Nova Imagem - Portal de Notícias

Nos acompanhe pelas redes sociais

Aluguel de imóveis no carnaval de Salvador supera R$200 mil em 2024

Imagem: Larissa Couto/UOL
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Mercado imobiliário aquecido para a festa, com pacotes chegando a dobrar em relação ao ano anterior. Confira os detalhes!

As tradicionais placas de “aluga-se” estão mais presentes do que nunca nas fachadas de apartamentos próximos aos circuitos de Carnaval em Salvador, mas agora dividem espaço com os imponentes camarotes estruturados pela festividade. A apenas alguns dias do início oficial do Carnaval, marcado para 8 de fevereiro, o mercado imobiliário de temporada está fervendo. Os preços, que já ultrapassam o dobro do ano anterior, atingem valores exorbitantes, chegando a R$ 220 mil para acomodar oito hóspedes.

Para muitos, como o agente de viagens Ives Luan Moura de Aracaju, essa elevação de preços tornou a busca por aluguéis um verdadeiro desafio. Onde antes ele encontrava acomodações por valores entre R$ 4 mil e R$ 5 mil, agora se depara com opções absurdas de até R$ 9 mil. Uma saída foi escolher um bairro mais afastado, garantindo uma hospedagem por R$ 4,5 mil durante o período do Carnaval.

A corretora de imóveis Gabriela Gabriel observa uma tendência de grupos menores buscando acomodações, em contraste com anos anteriores, quando grupos maiores alugavam grandes propriedades. A proximidade com os circuitos principais eleva ainda mais os preços, com fatores como portaria 24 horas, vista para o mar e número de cômodos interferindo nos custos.

Helton Dantas, corretor de imóveis, destaca a retomada do entretenimento após a pandemia como justificativa para o aumento de preços. Os bairros Barra e Ondina permanecem como os preferidos dos turistas, com apartamentos com vista para o circuito funcionando como camarotes particulares, custando entre R$ 10 mil e R$ 20 mil por dia.

Entre as propriedades mais disputadas estão os edifícios entre o Morro do Gato e o Ondina Apart Hotel, com diárias variando entre R$ 10 mil e R$ 20 mil. O auge dos preços é representado por um imóvel com cobertura, quatro suítes, piscina, sauna e garagem, disponível para locação por R$ 220.488 entre os dias 8 e 14 de fevereiro, com diária de R$ 27,5 mil.

Proprietários também estão sentindo a dificuldade para fechar negócios, com inquilinos mais exigentes, buscando até ar-condicionado em pleno verão baiano. Yasmin Silva, proprietária de um apartamento na Barra, relata a surpresa com a elevação nos preços. Se por um lado os proprietários estão cobrando mais caro, os turistas estão mais exigentes, impactados pelo calor intenso do ano passado.

O mercado imobiliário de temporada em Salvador reflete não apenas o espírito festivo do Carnaval, mas também a retomada após as adversidades da pandemia, criando um cenário desafiador para quem busca acomodações.

Foto: Reprodução/TV Bahia

Últimas Notícias
Últimas Notícias