Revista Nova Imagem - Portal de Notícias

Nos acompanhe pelas redes sociais

Atletismo: Brasil é ouro com Yeltsin e Jerusa no Mundial Paralímpico

Jerusa e Thalita, junto a seus guias, pousam para foto após dobradinha no Mundial (Foto: Alessandra Cabral/CPB)
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email


O Brasil teve um dia de ouro no Mundial de Atletismo Paralímpico, em Paris, na França. O país conquistou quatro medalhas, duas de ouro, uma de prata e uma de bronze.

O primeiro ouro do dia veio com o sul-mato-grossense Yeltsin Jacques, que venceu a prova dos 1.500 metros da classe T11 (para atletas com deficiência visual) em 4min03s83. O meio-fundista brasileiro deixou para trás o japonês Kenia Karasawa (4min08s26) e o polonês Aleksander Kossakowski (4min08s34).

A segunda medalha de ouro do dia foi conquistada pela acreana Jerusa Geber dos Santos, que venceu os 100 metros rasos da classe T11 (para atletas cegas) em 11s86. A velocista de 41 anos superou o recorde da competição, que era dela própria.

A dobradinha brasileira nos 100 metros rasos da classe T11 foi completada por Thalita Simplício, que conquistou a medalha de bronze com o tempo de 12s37. A velocista potiguar também conquistou o ouro nos 400 metros rasos da mesma classe.

A baiana Raissa Machado fechou a participação brasileira do dia com a medalha de prata no lançamento de dardo da classe F56 (para atletas que competem sentados). Ela atingiu a marca de 23,05 metros, sendo superada apenas pela letã Diana Krumina (25,81 metros), que levou o ouro.

Com essas quatro medalhas, o Brasil subiu para o segundo lugar no quadro de medalhas do Mundial de Atletismo Paralímpico, atrás apenas da China. A competição termina na próxima segunda-feira (17).

Foto: Alessandra Cabral/CPB/Direitos Reservados

Últimas Notícias
Últimas Notícias