Revista Nova Imagem - Portal de Notícias

Nos acompanhe pelas redes sociais

Azeite de Oliva brasileiro foi reconhecido como o melhor azeite do Hemisfério Sul

Foto: Roberta Pereira/Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

No município de Canguçu (RS), na Fazenda Serra dos Tapes, é produzido um dos melhores azeites do mundo. O Azeite de Oliva Extravirgem Potenza “Frutado” recebeu o reconhecimento como o melhor azeite do Hemisfério Sul pelo prestigioso Prêmio de Qualidade Mario Solinas.

O Prêmio Mario Solinas é considerado o concurso mais importante da comunidade internacional de azeites extravirgens. Ele foi criado pelo Conselho Oleícola Internacional (COI) em homenagem ao pesquisador italiano Mario Solinas, que desenvolveu os parâmetros de qualidade para avaliação e classificação de azeite de oliva usado globalmente atualmente.

Esta é a primeira vez que um azeite brasileiro conquista esse prêmio. A cerimônia de premiação será realizada em Madri, Espanha, no dia 23 de junho.

Renato Fernandes, presidente do Instituto Brasileiro de Olivicultura (IBRAOLIVA), destaca a importância desse prêmio para o produtor brasileiro: “O fato de um produtor gaúcho brasileiro conquistar o prêmio Mario Solinas representa um salto de nível: estamos ganhando reconhecimento internacional. Sendo considerado o ‘Oscar’ dos azeites, o Brasil se consolida como um país produtor de azeite de oliva extravirgem de qualidade. A partir de agora, as portas do mercado internacional estão abertas para os produtores brasileiros. É importante destacar a diferença de qualidade entre os azeites importados comercializados no Brasil, em que muitos são azeites virgens com defeitos, sendo rotulados como extravirgens. Essa é a campanha promovida pela IBRAOLIVA no mercado interno.”

O Azeite de Oliva Extravirgem Potenza “Frutado” é elaborado por Cláudia Santos, Sommelier de Azeites e Mestra de Lagar da Fazenda Serra dos Tapes. Possui acidez máxima de 0,014% e é preparado com as variedades arbequina, coratina e frantoio. Todas as etapas, desde o cultivo até o armazenamento, passam por uma análise minuciosa do especialista.

Segundo Cláudia, o Potenza “Frutado” harmoniza perfeitamente com risotos, carnes brancas, queijos, molhos suaves, saladas, frutos do mar e doces. Ela também criou uma referência de consumo semelhante à do vinho no desenvolvimento do azeite Potenza. Portanto, a versão frutada combina bem com alimentos que também harmonizam com vinhos brancos, rosés e espumantes.

A Fazenda Serra dos Tapes processou cerca de uma tonelada de frutas na safra de 2023, evoluiu em mais de 100 mil litros de azeite. Os olivais da fazenda administraram com 40% desse volume. A produção de azeite está em expansão, com a expectativa de atingir 71 mil litros no próximo ano.

Além do Potenza “Frutado”, a linha Potenza também inclui a versão “Intenso”, produzida com Picual, Koroneiki e Frantoio, e com acidez máxima de 0,017%. Essa versão é ideal para acompanhar legumes grelhados, pães, saladas, carnes e massas, harmonizando com vinhos tintos.

As duas versões do Azeite de Oliva Extravirgem Potenza estão disponíveis para venda na Fazenda Serra dos Tapes, no e-commerce da marca e em empórios de luxo nas principais capitais do país. Em breve, também estarão disponíveis nas unidades do St. Marche e na rede Carrefour, em São Paulo.

Para celebrar a conquista do Prêmio de Qualidade Mario Solinas, a Fazenda Serra dos Tapes recebeu 3.900 selos numerados da própria entidade para o Potenza “Frutado”. Essa edição especial estará à venda em garrafas de 250 ml, tanto na fazenda quanto no e-commerce, por R$ 60.

Foto: Reprodução/Instagram

Últimas Notícias
Últimas Notícias