Revista Nova Imagem - Portal de Notícias

Nos acompanhe pelas redes sociais

Bilionários planejam nova viagem de submersível aos destroços do Titanic

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Informação vem à tona quase um ano após fracasso de operação com submersível Titan, da empresa OceanGate, que deixou cinco mortos

Quase um ano após o trágico acidente com o submersível Titan da OceanGate, que resultou na morte de cinco pessoas, uma nova expedição aos destroços do Titanic está sendo planejada por uma dupla de bilionários.

Entre os interessados está Larry Connor, um investidor imobiliário de Ohio, conhecido por suas aventuras na Fossa das Marianas e na Estação Espacial Internacional. Em entrevista ao Wall Street Journal, Connor expressou seu desejo de mostrar ao mundo a beleza e o poder transformador do oceano. “Quero mostrar às pessoas em todo o mundo que, embora o oceano seja extremamente poderoso, ele pode ser maravilhoso e agradável e realmente mudar vidas se você fizer isso da maneira certa”, afirmou.

Connor será acompanhado por Patrick Lahey, CEO e co-fundador da Triton Submarines. Fundada em 2008, a Triton Submarines tem um histórico robusto de explorações marítimas, incluindo expedições anteriores ao Titanic. A empresa foi responsável pela primeira gravação em 4K dos destroços do Titanic, capturada na primeira descida tripulada aos destroços em mais de 14 anos.

Poucos dias após a implosão do Titan, Connor contatou Lahey, sugerindo a construção de um submarino que pudesse mergulhar repetidamente às profundidades do Titanic com segurança. Lahey relembra a ligação, onde Connor mencionou a necessidade de mostrar ao mundo que uma operação segura era possível, diferenciando-se do que chamou de “engenhoca” referindo-se ao Titan.

A nova expedição utilizará o Triton 4000/2 Abyssal Explorer, um submersível projetado para alcançar profundidades de até 4 mil metros. Os destroços do Titanic estão localizados a aproximadamente 3.800 metros abaixo do nível do mar. Segundo Connor, avanços recentes em materiais e tecnologia tornam esta expedição viável, algo que não seria possível cinco anos atrás.

Ainda não há uma data definida para a nova tentativa de explorar os destroços do Titanic.

Relembre a Implosão do Titan

Em 18 de junho de 2023, o submersível Titan da OceanGate desapareceu no Oceano Atlântico durante uma expedição aos destroços do Titanic. A bordo estavam o empresário britânico Hamish Harding, o mergulhador Paul-Henri Nargeolet, o empresário paquistanês Shahzada Dawood e seu filho Sulaiman Dawood, além do CEO e fundador da OceanGate, Stockton Rush.

O desaparecimento do Titan atraiu a atenção mundial, gerando grande comoção nas redes sociais e na mídia. A busca angustiante terminou em 22 de junho de 2023, quando a guarda costeira dos Estados Unidos confirmou a morte de todos os passageiros após encontrar os destroços do submersível, indicando uma implosão catastrófica.

Fotos: Divulgação/Triton Submarines

Últimas Notícias
Últimas Notícias