Revista Nova Imagem - Portal de Notícias

Nos acompanhe pelas redes sociais

Casarão do antigo Hotel Colombo desaba em Cachoeira, tombado pelo Iphan

Foto: Reprodução / Blog Recôncavo Online
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Um marco histórico de Cachoeira, no Recôncavo baiano, desabou nesse domingo (18), deixando moradores e autoridades preocupados com a preservação do patrimônio. O casarão, que abrigava o antigo Hotel Colombo, desmoronou, atingindo um veículo estacionado nas proximidades. A edificação, integrante do conjunto tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), já apresentava sinais de risco iminente de desabamento, segundo notificações prévias emitidas aos proprietários.

De acordo com a prefeitura de Cachoeira, medidas emergenciais foram acionadas imediatamente após o desabamento, mobilizando diversos órgãos e instituições para lidar com a situação de forma segura. O local foi isolado para garantir a integridade dos cidadãos e profissionais envolvidos nos trabalhos de avaliação e assistência.

Este não é o primeiro incidente envolvendo o casarão. Em 2019, uma parte da estrutura já havia desabado, evidenciando a preocupação com a preservação desse patrimônio histórico. Em anos anteriores, o imóvel esteve no centro de disputas legais e debates sobre seu futuro uso, incluindo propostas para abrigar o curso de Arquitetura da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB).

O Hotel Colombo, fundado por Aurélio Bouzas nos anos 1930, desfrutou de um período próspero até a morte de seu fundador, em 1972. Desde então, o imóvel passou por um declínio gradual, culminando em sua queda nos últimos anos. A história do casarão é marcada por uma série de disputas legais e especulações imobiliárias, refletindo os desafios enfrentados na preservação do patrimônio histórico e cultural da região.

Foto: Leilane Fernandes

Últimas Notícias
Últimas Notícias