Revista Nova Imagem - Portal de Notícias

Nos acompanhe pelas redes sociais

Cientistas Testam Canabidiol para Tratar Artrite, Alergias e Ansiedade em Pets

Foto: Reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Estudos mostram resultados promissores em cães tratados com canabidiol, melhorando condições como ansiedade e dor

Pesquisas recentes estão explorando os benefícios do canabidiol (CBD) no tratamento de condições como artrite, alergias e ansiedade em pets. Assim como em humanos, os resultados são animadores, mostrando melhorias significativas em sintomas de ansiedade e estresse em cães tratados com CBD.

O CBD é uma substância extraída da Cannabis Sativa, comumente conhecida como maconha. Em um estudo, um Norwich terrier de 13 anos, que anteriormente apresentava rigidez e mancar, voltou a caminhar com facilidade após o tratamento com CBD. Segundo Chie Mogi, veterinário-chefe da Animal CBD Research Society no Japão, o medicamento pode aliviar desde dores e coceiras até convulsões em animais.

Diferença Entre CBD e THC

Apesar do preconceito e desinformação, o CBD não é uma droga recreativa. Ao contrário do THC (tetrahidrocanabinol), que altera a consciência e atividade mental, o CBD não provoca efeitos psicoativos e tem menos efeitos colaterais. É usado em tratamentos para Parkinson, Alzheimer e dor crônica, entre outros.

Evidências em Animais

Estudos têm mostrado que o CBD também pode ser benéfico para animais. Um ensaio clínico da Colorado State University sobre o uso de CBD para epilepsia em cães mostrou que a substância reduziu as convulsões em 30% nos cães tratados, em comparação com aqueles que não receberam o medicamento.

Outro estudo realizado em 2021 demonstrou que o CBD pode aliviar a coceira em pets. Vinte e quatro cães de abrigos receberam doses diárias de até 4,5 miligramas por quilograma de peso corporal durante três semanas. Os resultados mostraram que os cães tratados se coçaram 50% menos.

Pesquisas Futuras

Embora os resultados sejam promissores, ainda há necessidade de mais estudos para confirmar a eficácia do CBD em animais. David Harmon, investigador de ciência animal da Universidade de Kentucky, destaca que mais pesquisas são necessárias, mas reconhece que ensaios clínicos em grande escala são caros e as empresas de CBD para pets não possuem os mesmos recursos que as farmacêuticas humanas.

Conclusão

O uso de CBD para tratar condições em pets é um campo em crescimento, com estudos iniciais mostrando benefícios claros. No entanto, é crucial continuar a pesquisa para estabelecer a eficácia e segurança do tratamento.

Últimas Notícias
Últimas Notícias