Revista Nova Imagem - Portal de Notícias

Nos acompanhe pelas redes sociais

Em quatro semanas, bancos renegociam R$ 8,1 bilhões em dívidas no Desenrola

Imagem: Reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

O programa Desenrola, lançado pelo governo federal em julho de 2023, já soma R$ 8,1 bilhões em dívidas renegociadas por bancos. O programa permite que clientes com dívidas bancárias de até R$ 20 mil renegociem seus débitos em condições especiais.

Até o momento, 1,296 milhão de contratos foram renegociados, beneficiando 985 mil clientes bancários. A adesão ao programa vai até o dia 31 de dezembro de 2023.

Além da renegociação de dívidas, o Desenrola também permite que bancos desnegativem brasileiros com dívidas bancárias de até R$ 100,00. Até aqui, 5 milhões de clientes tiveram o nome limpo.

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, disse que a expectativa do governo é que o Desenrola renegocie R$ 50 bilhões em dívidas bancárias até o final do ano.

“Se tem uma coisa que é verdade no Brasil é que as pessoas têm muito apreço por manter o seu nome, mas, com essas taxas de juros, nem sempre conseguem”, afirmou o ministro.

Para ele, às vezes as pessoas entram num crediário, num crédito rotativo do cartão de crédito e não consegue sair. “O governo, pela primeira vez, está fazendo um amplo programa para equacionar esse problema e permitir às famílias que voltem ao consumo de maneira sustentável”, ressaltou.

O Desenrola é um programa importante para ajudar famílias brasileiras que estão endividadas. O programa oferece condições especiais para a renegociação de dívidas e também permite que bancos desnegativem clientes com dívidas de até R$ 100,00.

Foto: Reprodução

Últimas Notícias
Últimas Notícias