Revista Nova Imagem - Portal de Notícias

Nos acompanhe pelas redes sociais

Freddie Mercury pode retornar aos palcos como holograma, revela The Sun

Fonte: Reprodução / Redes Sociais
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

O lendário vocalista do Queen, Freddie Mercury, pode estar prestes a fazer um retorno inovador ao mundo do entretenimento: como um holograma. A ideia surgiu a partir de uma movimentação da empresa responsável pelos direitos autorais do artista, que registrou seu nome em ambientes 3D e realidade virtual, sinalizando a possibilidade de sua recriação digital em futuras performances ao vivo.

A informação veio à tona através do jornal britânico The Sun, que teve acesso a um documento de autorização que detalha o registro da marca Mercury Songs Limited, abrangendo não apenas apresentações holográficas, mas também possíveis aplicações em videogames, indicando uma ampla gama de potenciais para a presença virtual do lendário vocalista.

Embora a perspectiva de ver Freddie Mercury ressurgir em forma holográfica seja empolgante para muitos fãs, alguns membros da banda expressaram reservas sobre a ideia. O guitarrista do Queen, Brian May, compartilhou sua opinião durante uma participação no podcast “The Graham Norton Radio Show”, enfatizando o desejo de manter a energia e autenticidade das apresentações ao vivo enquanto estiverem em atividade.

Embora tenham ocorrido discussões sobre o uso de hologramas de Freddie Mercury, May reforçou a importância de manter a experiência ao vivo enquanto os membros da banda estiverem presentes. No entanto, ele reconheceu que a tecnologia holográfica pode se tornar uma opção no futuro, especialmente após exemplos recentes como a turnê holográfica do ABBA.

Apesar do ceticismo de alguns membros da banda, a ideia de trazer Freddie Mercury de volta como um holograma marca uma nova abordagem para manter viva a memória e o legado do lendário vocalista, que continua a cativar audiências em todo o mundo décadas após sua morte.

Créditos: Reprodução/TikTok

Últimas Notícias
Últimas Notícias