Revista Nova Imagem - Portal de Notícias

Nos acompanhe pelas redes sociais

Moraes restringe contato entre Mauro Cid, Bolsonaro e Michelle

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/ Reprodução: Agência Brasil
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Juiz da Suprema Corte emite proibição devido a investigações em andamento

Na sexta-feira (25), o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou a proibição de qualquer forma de contato entre Mauro Cid, ex-assessor de Jair Bolsonaro, e o próprio ex-presidente, a ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro, como bem como indivíduos sob investigação em casos que investigam desvios de presentes de governos estrangeiros recebidos durante a administração de Bolsonaro e os eventos relacionados ao golpe de 8 de janeiro.

A decisão judicial também estende a proibição de contato à esposa de Cid, Gabriela Cid. O ex-assessor está atualmente sob custódia em Brasília como parte de uma investigação sobre uma suposta fraude de cartão de vacina envolvendo Bolsonaro.

Moraes baseou sua decisão em um relatório da Polícia Federal que fazia referência a conversas colhidas em exame pericial do celular de Mauro Cid. As mensagens continham discussões que aparentemente incitavam ações antidemocráticas contra o resultado das eleições presidenciais de 2022, com Luiz Inácio Lula da Silva saindo vitorioso.

No início do dia, Mauro Cid prestou depoimento à Polícia Federal (PF) sobre a suposta visita do hacker Walter Delgatti ao então presidente Bolsonaro no Palácio da Alvorada durante o período eleitoral do ano passado.

Brasília (DF) 11/07/2023 Depoimento para CPMI do golpe do tenente-coronel Mauro César Barbosa Cid, ex-ajudante-de-ordens do então presidente Jair Bolsonaro. Foto Lula Marques
Fonte: Agência Brasil.
Últimas Notícias
Últimas Notícias