Revista Nova Imagem - Portal de Notícias

Nos acompanhe pelas redes sociais

Navio próprio da BYD chega ao Brasil pela primeira vez com mais de 5 mil carros

Foto: Divulgação
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Embarcação traz veículos híbridos e elétricos para escapar da nova alíquota de imposto

A montadora chinesa BYD fez a sua primeira entrega ao Brasil com seu navio próprio, o BYD Explorer Nº1, carregando 5.459 carros híbridos e elétricos. O navio chegou ao Porto de Suape, em Pernambuco, na última segunda-feira (27). Este movimento estratégico visa antecipar-se à nova alíquota de imposto sobre carros eletrificados importados, que aumentará a partir de julho.

A encomenda do navio próprio no início de 2024 permite à BYD agilizar as exportações de seus veículos fabricados na China, evitando problemas logísticos com embarcações de terceiros. A embarcação trouxe, entre outros modelos, as unidades dos próximos lançamentos da marca no mercado nacional: o sedan King, posicionado como concorrente do Toyota Corolla, e o SUV híbrido de entrada Song Pro.

Detalhes técnicos do BYD Explorer Nº1

O BYD Explorer Nº1 possui 199,9 metros de comprimento e uma capacidade para carregar até 7.000 carros por viagem. Com uma autonomia de 15.800 milhas náuticas (aproximadamente 29.000 quilômetros), o navio é capaz de navegar sem paradas entre a China e o Porto de Santos, no Brasil, uma distância de cerca de 11.000 milhas náuticas.

O sistema de propulsão do navio utiliza GNL (gás natural liquefeito) em adição ao combustível convencional. Embora não tão limpo quanto a energia elétrica dos carros da BYD, o GNL é menos poluente que o diesel usado por outras embarcações, reforçando o compromisso da marca com a sustentabilidade.

Fábrica na Bahia deve iniciar operações no fim do ano

A BYD planeja começar a montagem de veículos em sua fábrica localizada em Camaçari, na Bahia, no final deste ano. A produção completa dos carros deverá iniciar na metade de 2025.

“O Brasil hoje é o maior mercado para a BYD fora da Ásia e possui uma das matrizes energéticas mais limpas do mundo. O país tem todo o potencial para se tornar um exemplo de eletrificação da frota, e nosso crescimento nas vendas mostra que os brasileiros estão cada dia mais preocupados com uma mobilidade verde e sustentável”, afirmou Alexandre Baldi, consultor especial da marca.

Esta operação representa um passo significativo para a BYD no fortalecimento de sua presença no mercado brasileiro e na promoção da mobilidade sustentável.

Últimas Notícias
Últimas Notícias