Revista Nova Imagem - Portal de Notícias

Nos acompanhe pelas redes sociais

Novo ano, novos preços: ICMS mais alto afeta gasolina, diesel e gás de cozinha nesta quinta-feira

Foto: FreePik
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Primeiro reajuste do ICMS chega com impacto nas bombas e no botijão

A partir do dia 1º de fevereiro, os brasileiros sentirão no bolso o impacto do primeiro reajuste do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) após as recentes mudanças no modelo de cobrança sancionado em março de 2022.

A decisão, aprovada em outubro pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), eleva as alíquotas gerais do ICMS de 18% para 20% em vários estados, afetando diretamente os preços da gasolina, do diesel e do gás de cozinha.

Antes, o ICMS era calculado como um percentual do preço total, mas agora segue um formato fixo por litro ou quilograma, dependendo do produto. Confira as alíquotas atualizadas:

  • Gasolina: R$ 1,22 por litro ➔ R$ 1,37 por litro
  • Diesel: R$ 0,9456 por litro ➔ R$ 1,06 por litro
  • Gás de cozinha: R$ 1,2571 por quilo ➔ R$ 1,41 por quilo

Com base na média calculada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP), o litro da gasolina atingirá aproximadamente R$ 5,71, enquanto o diesel terá uma média de R$ 5,95, podendo ultrapassar R$ 6,00 para o Diesel S-10.

O impacto não se limita aos combustíveis. O botijão de gás de cozinha, com peso de 13 quilos, terá um aumento médio de R$ 2,62, subindo de R$ 100,98 para R$ 103,60.

Esse cenário reflete uma estratégia dos estados para compensar perdas de receita, mas acende o alerta sobre os custos crescentes que os consumidores enfrentarão em diversas áreas. O cenário econômico e os reflexos dessas mudanças nas despesas do brasileiro serão acompanhados de perto nos próximos meses.

Foto: Reprodução

Últimas Notícias
Últimas Notícias