Revista Nova Imagem - Portal de Notícias

Nos acompanhe pelas redes sociais

O que pode causar um ataque de pânico? Descubra como identificar os gatilhos

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Crises de ansiedade podem ser desencadeadas por diversos fatores emocionais e mentais, alertam especialistas.

O ataque de pânico é uma manifestação súbita de ansiedade que traz consigo medo e estresse intensos, acompanhados por uma série de sintomas físicos, como taquicardia, tontura e sensação de falta de ar. Essas crises podem ocorrer em qualquer lugar e momento, durando, em média, de 15 a 30 minutos, e são frequentemente desencadeadas por ameaças reais ou traumas passados.

De acordo com Maria Julia Francischetto, psiquiatra do Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE), o corpo reage à sensação de medo liberando adrenalina, o que resulta em sintomas físicos intensos, como palpitação e falta de ar.

Identificando os Gatilhos do Ataque de Pânico

Os gatilhos emocionais e mentais que desencadeiam essas crises são variados e podem ser difíceis de identificar. Eles podem ser desencadeados por situações do cotidiano, como uma simples conversa ou mesmo a rotina de trabalho.

Débora D’Avila, psiquiatra, explica que a auto-observação é fundamental para descobrir esses gatilhos, mas ressalta que nem sempre eles são facilmente identificáveis.

Quem Está Mais Suscetível?

Indivíduos ansiosos, perfeccionistas e que enfrentam a depressão são os mais vulneráveis a desenvolver crises de pânico. A pressão excessiva sobre si mesmo e experiências depressivas anteriores também aumentam o risco.

Sinais de um Ataque de Pânico

Os sintomas podem variar de pessoa para pessoa, mas geralmente incluem dor no peito, taquicardia, falta de ar, tontura e sensação de dormência. Buscar ajuda médica assim que os primeiros sinais aparecem é essencial.

Tratamentos Disponíveis

O tratamento da síndrome do pânico envolve uma abordagem multidisciplinar, com acompanhamento médico e psicológico. Dependendo da gravidade, medicamentos podem ser necessários no início do tratamento.

O apoio da família e amigos é crucial para o sucesso do tratamento. Não hesite em buscar ajuda profissional ao sentir os primeiros sintomas.

fotos: Reprodução/ Freepik

Últimas Notícias
Últimas Notícias