Revista Nova Imagem - Portal de Notícias

Nos acompanhe pelas redes sociais

Por que a música triste nos agrada? Estudo aponta razões surpreendentes

foto Freepik
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Um novo estudo revela que a tristeza ao ouvir música pode, na verdade, nos proporcionar prazer. Publicado na revista científica PLOS One, o estudo liderado pelo professor Emery Schubert, do Laboratório de Musicologia Empírica da UNSW, desafia a ideia de que emoções negativas ligadas à música são sempre indesejáveis.

O paradoxo da tristeza na música

O estudo envolveu 50 participantes, principalmente estudantes de música, instruídos a escolher uma música triste de sua preferência. Após imaginar a remoção da tristeza ao ouvir a música escolhida, a maioria relatou uma redução no prazer ao ouvi-la, sugerindo que a tristeza pode intensificar a apreciação da música.

O papel da comoção

Pesquisas anteriores sugerem que a tristeza na música pode estar relacionada à comoção, um sentimento complexo com aspectos positivos. Isso foi confirmado em um grupo separado de 53 participantes instruídos a escolher músicas comoventes, que relataram sentir tristeza e emoção ao ouvi-las.

Limitações e próximos passos

Embora os resultados sejam promissores, o estudo tem suas limitações, como permitir que os participantes escolham suas próprias músicas emocionais. Mais pesquisas são necessárias para validar esses achados e explorar melhor a relação entre emoções e música.

foto: Jose AS Reyes/shutterstock.com

Últimas Notícias
Últimas Notícias