Revista Nova Imagem - Portal de Notícias

Nos acompanhe pelas redes sociais

Yasmin Brunet revela desafio com ‘Questões Alimentares’ no BBB 24: Compreendendo compulsão e comer emocional

Foto: Globo/Reprodução
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on email

Modelo compartilha luta contra transtorno alimentar, evidenciando pressão estética e debatendo os desafios da alimentação no reality

A modelo Yasmin Brunet, participante do BBB 24, abriu o jogo sobre suas “questões alimentares”, destacando um cenário de ansiedade que a leva a descontar nas refeições. Em um vídeo no raio-x da última terça-feira (16), Yasmin descreveu a sensação de compulsão alimentar e compartilhou sua batalha no confinamento.

Ao discutir seus desafios alimentares, Yasmin revelou: “Estou totalmente descompensada na alimentação, eu estou muito ansiosa. Eu já tive questões alimentares. Quem tem questões alimentares vai entender isso, você se sente vazio e cheio ao mesmo tempo.”

A pressão estética sobre Yasmin também foi evidenciada durante conversas na casa, onde um dos participantes, Rodriguinho, fez comentários sobre seus hábitos alimentares. Em uma interação, Yasmin respondeu: “Você ficar falando da minha compulsão vai me dar gatilho.”

O contexto do BBB 24 proporcionou um debate sobre transtornos alimentares, pressão estética e a relação complexa que as pessoas têm com a comida. Especialistas destacam que a compulsão alimentar e o comer emocional são diferentes, sendo o primeiro caracterizado por episódios descontrolados e repetitivos.

No cenário atual, onde dietas restritivas são populares, o psiquiatra Fábio Salzano ressalta que uma vida de restrições pode desencadear diversos efeitos colaterais, como culpa por comer, compensação excessiva com exercícios e medo de certos alimentos.

A pressão estética, principalmente sobre mulheres, é apontada como um dos principais gatilhos para transtornos alimentares. A obsessão com padrões de beleza, intensificada por exposição a modelos inatingíveis, pode levar a uma busca incessante por dietas extremas.

É crucial compreender a diferença entre compulsão alimentar e comer emocional, sendo a primeira associada a episódios frequentes e descontrolados. A busca por ajuda profissional é fundamental, especialmente quando há sofrimento, pensamentos negativos e a sensação de perda de controle em relação à alimentação.

A experiência de Yasmin no BBB 24 reflete um problema global, onde mais de 70 milhões de pessoas são afetadas por transtornos alimentares. O debate em torno dessas questões destaca a importância de promover uma relação saudável com a comida, livre de padrões inatingíveis e pressões externas.

Foto: Globo/Reprodução

Últimas Notícias
Últimas Notícias